DOE ORGÃOS, DOE VIDA

28 de fevereiro de 2009

Doação de orgãos é o último gesto de bondade que um ser humano pode ter. Infelizmente ainda hoje muitas pessoas temem em ter seus orgãos doados, por falta de conhecimento muitas vezes, ou porque são apegados a alguma crença estúpida, como umas que são contra doação de sangue e outras que preferem que as pessoas se arrisquem a pegar AIDS e outras doenças ao fazer sexo seguro, enquanto pessoas estão vivendo, se é que dá para chamar de vida, numa cama esperando orgãos e enquanto isso muitos orgãos que poderiam salvar vidas são comidos por vermes e formigas nos túmulos. No Brasil isso ainda é tudo muito atrasado, falta estrutura, muitas vezes levam horas, até dias para que os orgãos sejam retirados e levados a quem precisa, acaba sendo um grande incômodo para as famílias que tem que esperar horas pela liberação do corpo, e ainda não há previsão de melhoras, enquanto se quer temos atendimento suficiente para quem está vivo precisando da saúde pública, o que esperar para quem já morreu. Não paga imposto ser doador, não precisa pagar para doar, não tenha medo e seja um doador, você não salva só uma vida, podem ser várias vidas.

Anúncios

HISTÓRIA DO EDIFÍCIO JOELMA

13 de fevereiro de 2009

Em 1974 acontecia uma das maiores tragédias do país, o Edifício Joelma pegou fogo, com centenas de pessoas dentro do prédio, e não havia saídas de emergência, e o pior aconteceu, muitas mortes, pessoas se jogavam, outras tentavam se refugiar em caixas d’água para não morrerem queimadas, mas acabaram cozidas, e claro depois disso muitas lendas surgiram, encontrei essa no site sobrenatural.org

“Isso não é lenda, é pura verdade: nos tempos da escravidão, o terreno onde está o edifício das bandeiras (antigo joelma), era um pelourinho, onde se aplicavam castigos aso escravos.
Após a aboplição, muitas pessoas evitavam passar perto daquele local, em virtude das vozes e gritos por clemência que eram ouvidos….

No in início do século vinte, construiu-se uma casa naquele terreno, sendo que ali residiam um rapaz, sua irmã e sua mãe.

Acontece que o rapaz manteve namora com uma empregada da casa, o que gerou o descontentamento de sua mãe e irmã.

Não sendo aquele relacionamento aceito pelos seus familiares, o rapaz matou a mãe, a irmã, e as enterrou no quintal.

Esse fato foi descoberto alguns dias depois, por um vizinho bisbilhoteiro que subia numa árvore para espiar a vizinhança. Ele denunciou o assassino na polícia que o prendeu.

Bem, depois, em fevereiro de 1974, todos já sabem… Um grande incêndio aconteceu no então edifício joelma, e a partir desse incêndio surgiram novas lendas ainda, entre elas a do homem de cinzas que salvava os feridos…..

Esse fato que descrevi, foi matéria de reportagem no jornal diário de sp (séries os crimes que abalaram são paul0), foi objeto de uma reportagem do reporter policial gil gomes e consta ainda no museu da polícia civil de são paulo.

Ah, a propósito…. No cemitério de vila alpina, na zona leste de são paulo, estão esnterrados os restos mortais de treze vítimas do joelma…..

Ali, dizem, aquelas “treze almas” fazem milagres….

Entretanto, há uma advertência, como um epitáfio: “não acendem vela neste túmulo”.”


CORITIBA NO BRASILEIRÃO

13 de fevereiro de 2009

Dados tirados da Comunidade do CORITIBA

Ano de centenário é comum olharmos a história do clube, e o CORITIBA é o clube paranaense mais tradicional.

Até 1989

Atlético Mineiro: 2 vitórias, 1 empate e 5 derrotas
Atlético Pequeno: 5 vitórias, 1 empate e 1 derrota
Botafogo: 5 vitórias, 5 empates e 5 derrotas
Corinthians: 7 vitórias, nenhum empate e 6 derrotas
Cruzeiro: 1 vitória do Coritiba, 2 empates e 7 derrotas
Flamengo: 3 vitórias do Coritiba, 2 empates e 6 derrotas
Fluminense: 3 vitórias do Coritiba, 3 empates e 6 derrotas
Grêmio: 3 vitórias, 3 empates e 14 derrotas
Internacional: 3 vitórias, 6 empates e 7 derrotas
Palmeiras 2 vitórias, 5 empates e 5 derrotas
Paraná: o Coritiba não levou sequer um gol do PR até 1989. O Paraná “nasceu”, ou se fundiu em 1988 se eu não me engano
Santos: 3 vitórias, 1 empate e 4 derrotas
São Paulo: 6 vitórias, 5 empates e 5 derrotas
Sport : 5 vitórias, 2 empates e 3 derrotas
Vasco: 2 vitórias, 6 empates e 8 derrotas

Maior freguês: atlético pequeno (5 vitórias e 1 derrota)
Maior “algoz”: Grêmio (3 vitórias e 14 derrotas)
Curiosidades: Em 13 jogos, Coritiba e Corinthians não empataram nenhuma vez

Década de 1990

Atlético Mineiro: 1 vitória, 1 empate e 3 derrotas
Atlético Poodle: 2 vitórias, 2 empates e 2 acidentes
Botafogo: 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota
Corinthians: 1 vitória, 2 empates e 1 derrota
Cruzeiro: nenhuma vitória, 3 empates e 1 derrota
Flamengo: nenhuma vitória, 1 empate e 3 derrotas
Fluminense: 1 vitória, 1 empate e nenhuma derrota
Grêmio: 1 vitória, 2 empates e 1 derrota
Internacional: 2 vitórias, nenhum empate e 2 derrotas
Palmeiras: 2 vitórias, 2 empates e 1 derrota
Paraná: 2 vitórias, 3 empates e 1 derrota
Santos: nenhuma vitória, 2 empates e 2 derrotas
São Paulo: 1 vitória, 2 empates e 1 derrota
Sport: 1 vitória, 2 empates e 1 derrota
Vasco: 2 vitórias, nenhum empate e 2 derrotas

Maiores “fregueses”: Fluminense e Botafogo
Maior “algoz”: Flamengo

De 2000 a 2009

Atlético Poodle: 2 vitórias, 4 empates e 5 derrotas
Botafogo: 2 vitórias, 1 empate e 8 derrotas
Corinthians: 2 vitórias, 3 empates e 5 derrotas
Cruzeiro: 3 vitórias, 6 empates e 2 derrotas
Flamengo: 6 vitórias, 2 empates e 3 derrotas
Fluminense: 6 vitórias, 2 empates e 3 derrotas
Grêmio: 2 vitórias, 2 empates e 5 derrotas
Internacional: 4 vitórias, 4 empates e 5 derrotas
Palmeiras: 3 vitórias, 3 empates e 3 derrotas
Paraná: 4 vitórias, 2 empates e 2 derrotas
Santos: 4 vitórias, nenhum empate e 7 derrotas
São Paulo: 1 vitória, 2 empates e 8 derrotas
Sport (vulgo Xpó): 1 vitória, 2 empates e 1 derrota
Vasco: 4 vitórias, 2 empates e 5 derrotas

Maiores fregueses: Flamengo e Fluminense (6 vitórias e 3 derrotas)
Maiores algozes: São Paulo (1 vitória e 8 derrotas) e Botafogo (2 vitórias e 8 derrotas).
Curiosidade: péssima década contra os times de São Paulo.