UNE, UNIÃO NACIONAL DOS ESQUERDITAS, DIGO ESTUDANTES ¬¬

Estudantes, será mesmo? Alguém aqui já viu algo de bom feito por essa gangue nacional, é uma vergonha chama-los de estudantes, com tanta gente que se faz o máximo para ir pra faculdade, enquanto esses aspiradores de pó, maconheiros ficam “filosofando”(faço coisa melhor que a filosofia deles quando como carne de porco)! UNE é sinônimo de arruaça e desocupados em qualquer faculdade, assim como a grande maioria dos DCEs, até mesmo os centros acadêmicos são contaminados por esse lixo de gente, como esquecer do cheiro básico de maconha vindo dos CAs da PUCPR, esse lixo de gente que quer “representar” os estudantes, antigamente qualquer escândalo político fazia sair esses “estudantes” até dos bueiros, hoje com a verba do presidente mulla eles se contentam só com arruaça para “protestar” contra o “imperialismo americano” ou a favor da invasão de terra da guerrilha brasileira, leia-se mst. O que me deixa contente é que a pouca moral da UNE e de qualquer coisa ligada a esse pseudo movimento está cada vez mais baixa! Prova disso é esse vídeo onde eles foram expulso por VERDADEIROS ESTUDANTES dentro da Federal de Santa Catarina

o mais engracado do vídeo é ver a lambisgóia chamando o professor de capitalista uhahuahuahuauhahuuhuhuhuhahua como se ela não fosse, porque pelo q eu sei todo mundo na banania é capitalista, ou ela vive numa sociedade alternativa auto-suficiente, porque todos aqui consomem e produzem e isso é capitalismo!

Palavras do professor do CTC

A UNE não nos representa

“Uma caravana de estudantes da União Nacional dos Estudantes (UNE) adentrou o campus da UFSC, embarcada num novíssimo ônibus do Ministério da Saúde (do ministro Temporão, aquele do plebiscito do aborto). Invadiram o prédio do Centro Tecnológico para interromper as aulas e fazer baderna. Foram expulsos pelos estudantes e professores, não sem violência física. Travestidos de palhaços e outras fantasias alegóricas estranhas à universidade e portando a bandeira nacional, migraram para outras dependências do campus, continuando a baderna. O absurdo é que enquanto o Ministério da Saúde provê um luxuoso meio de transporte a esses estudantes profissionais, subsidiados com verbas públicas de R$ 700 mil por ano, não há transporte para os segurados do SUS, não apenas para transportá-los aos hospitais, mas até para dar assistência aos familiares, na amarga situação de resgatar os cadáveres dos que morrem às portas dos hospitais.”

Sergio Colle
Professor na UFSC – Florianópolis

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: